Ano novo, hábitos novos. São muitas as resoluções das pessoas referentes à 2021, mas uma que boa parcela da população deveria tomar é a decisão de parar de fumar, principalmente em meio a uma pandemia que também afeta os pulmões. O cigarro faz mal à saúde, isso é um fato.

Contudo, um ponto que essa atitude pode auxiliar na vida das pessoas é o lado financeiro, sendo que nos últimos anos esse produto sofreu grandes altas, principalmente pelo aumento da taxação de impostos nesse produto. Assim, parar de fumar vai gerar uma grande economia e possibilitará que a pessoa realize mais sonhos.

A conta é simples, se um maço custa em torno de R$ 10 (hoje custa até mais que isso), um fumante que consome um maço de cigarro por dia gastará a mais, por mês, R$ 300. Esse custo no orçamento mensal das pessoas com certeza fará com que muitos repensem sobre a importância de acabar com esse vício.

Infelizmente, com os preços atuais, poucas pessoas se dão conta do risco financeiro que isso proporciona. É lógico que esse risco é muito menor do que os físicos, entretanto não podemos negar que esse impacto reflita na economia diária do fumante, especialmente neste momento de crise econômica.

Muita economia no decorrer dos anos

Uma forma de observar a importância de parar de fumar para a economia de uma pessoa é analisar que, com os preços atuais do cigarro, se deixar de fumar e investir esse valor (R$ 300/mês) em uma aplicação de juros de 0,5% ao mês, em um ano essa pessoa terá economizado R$ 3.700

Mas no decorrer dos anos esse valor será ainda maior, por exemplo, ao final de 10 anos, ela terá R$ 68.577,05 e, ao final de 20 anos, terá R$ 272.821,57, lembrando que o cálculo leva em conta um reajuste no preço do cigarro de 8% ao ano.

Isso sem que contar com os gastos que um fumante terá nesse período com problemas de saúde ocasionado pelo vício, nem com a perda de rendimento no trabalho em função do cansaço que esse vício proporciona.

Ou seja, para quem fuma, buscar acabar com esse vício só trará benefício. Eu sei que os fumantes devem estar pensando que é fácil falar e que parar não é tão simples, principalmente em um período de crise, na qual se fica muito nervoso. Contudo, alerto, mesmo as decisões difíceis devem ser tomadas o quanto antes, senão sempre se estará postergando e nada será feito.

Felizmente hoje temos tratamentos que auxiliam no fim desse vício, contudo, a grande mudança tem que estar na cabeça das pessoas. Por isso, parar de fumar atrelando esse ato à economia e à realização de sonhos pode ser um grande motivador.

O fumante deve colocar na cabeça que parando de fumar ele terá uma grande economia e, principalmente, terá uma melhor saúde para aproveitar o dinheiro poupado realizando alguns de seus sonhos.

Reinaldo Domingos – Está à frente do canal Dinheiro à Vista. É PhD em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin – www.abefin.org.br) e da DSOP Educação Financeira (www.dsop.com.br). Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira.